Postagem em destaque

Anjo 2015

Acredito que através dos ensinamentos de Jesus podemos aprender a ser e alcançar a pureza do amor em nossos corações iluminando nossas alm...

sexta-feira, 14 de outubro de 2016

A Precariedade da Saúde Pública No Brasil

Eu sou Brasileira e tenho o maior orgulho da minha nacionalidade . Tenho orgulho do meu povo do meu País . Mas diante desta situação que eu , minha mamãe e Milhões brasileiros estamos vivendo é revoltante e muito triste essa situação que estamos enfrentado, uma batalha dolorosa e desigual  na saúde pública Brasileira ."É uma vergonha em todos os sentidos da palavra ". O Descaso com a saúde pública é um problema crônico que vem se arrastando por muitos tempo , famílias necessitando de atendimentos e encontrando unidades falidas .Com baixa qualidade nos atendimentos, poucas vagas para internação em várias especialidades " Para não se dizer em todas as especialidades" , por exemplo: na cardiologia, pediatria e principalmente em leitos com grandes complexidades como na UTI e CTI. Pacientes vão aos hospitais e vivem sem nenhuma condição de cidadania . A Constituição Federal que deveria por obrigação nos proteger é desrespeitada, por isso mais de 150 milhões de brasileiros que não possuem convênios com hospitais particulares vivem a míngua quando necessita de ir aos hospitais públicos do Brasil . A coisa mais triste que existe é chegar em um pronto-socorro, com a sua mãe que está muito mal, e ficar horas e horas esperando. Você se sente impotente” este é um exemplo do qual eu passo muitas vezes com minha mamãe devido a doença dela . Então eu digo a todos enquanto houver leis injustas vamos continuar presenciando a dor e o sofrimento das pessoas que mais amamos e do nosso próximo . A democracia para ser virtuosa precisa respeitar os direitos de igualdade dos seus cidadãos sem esquecer princípios morais e religiosos básicos além dos status adquiridos, pois eles são os termômetros de uma sociedade justa e equilibrada. Juntos evitam a proliferação da anarquia e não apoiam os erros alheios. Pensem nisso senhores governantes !

Nenhum comentário :

Postar um comentário